Agência Lowe
A LOWE tem um único objetivo: ser relevante para sua empresa, ajudando efetivamente nas estratégias de marketing e comunicação.
(41) 3018-4099
(41) 9578-4787
Siga nossas Redes

QUAL É A REDE SOCIAL IDEAL PARA SUA EMPRESA?

Nós todos sabemos que as mídias sociais são cruciais para a criação de um negócio bem sucedido hoje em dia, mas será que todas as plataformas de mídia social valem a mesma quantidade de seu tempo e dinheiro? Será que todas são ideias para sua empresa?

A resposta é não.

Então, o que você deve fazer? Desperdiçar sua energia em todos eles até que você descubra qual funciona para o seu negócio? Não.

Nós acreditamos que tempo é dinheiro. Então, em vez de deixar você perder seu tempo (e dinheiro) testando todas as diferentes plataformas de mídia social que existem, nós separamos aqui 7 das plataformas mais populares para pequenas empresas e fizemos uma análise de cada uma para você.

Um dos dilemas mais comuns no mundo dos negócios é descobrir por onde começar com o marketing de mídia social. Através desta matéria, nós iremos ajudá-lo a decidir onde investir seu tempo para obter os melhores resultados para o seu negócio.

Antes de começar, é importante deixar claro que não há nenhuma solução ou estratégia comum que se adapte a todos os negócios. Esta matéria contém algumas generalizações, mas cabe a você usar seu senso comercial comum para determinar o que melhor se adequa ao seu negócio, ok? Lembre-se, você não precisa estar presente em todos os canais. Decida quais (1, 2 ou mais) irão beneficiar o seu negócio e parta daí. Vamos começar?

Conheça seu público-alvo, antes de escolher uma plataforma

Depositphotos_86049558_original-minA primeira coisa a fazer para determinar as melhores plataformas para o seu negócio é identificar quem é o seu público. Saber com quem você está falando é essencial para qualquer atividade de marketing bem sucedida, não só para as mídias sociais. Por exemplo, se o seu público-alvo for homens de 40+ anos, você pode considerar o uso de plataformas como LinkedIn e Google+, ao invés do Instagram, cuja audiência consiste principalmente de 18-29 anos de idade. Entender esses dados demográficos permitirá que você também olhe para os usuários de mídias sociais e determine em quais plataformas o seu público está presente e ativo.

A fim de ajudá-lo a entender quais plataformas usar, siga estes 3 passos

Passo 1: Examine seus objetivos comerciais

Que tipo de orçamento você tem? Quanto está disposto a gastar? Responder essas perguntas irá determinar quanto tempo pode ser dedicado para a utilização de cada canal em uma base mensal e anual.

O que você espera alcançar no curto prazo (menos de seis meses) e médio prazo (mais de seis meses)? Seja realista. Se o seu orçamento é de R$ 100 por mês, atingir um objetivo de gerar 1.000 seguidores nos primeiros seis meses normalmente não vai acontecer.

As plataformas que você usa devem depender do seu negócio e seus objetivos. Enquanto você pode vender os mesmos produtos que seus concorrentes, cada empresa tem sua própria singularidade e, portanto, os canais que são melhores para o seu negócio pode não ser melhor para o seu concorrente.

Quais são seus objetivos de estratégia de mídia social?

Ser capaz de vincular seus canais de mídia social aos objetivos de alto nível da sua estratégia é essencial. Se você não pode explicar por que ou como um determinado canal irá ajudá-lo a alcançar seus objetivos, então é mais do que provável que você não deve adotá-lo. O objetivo de seus canais de mídia social escolhido é apoiar a realização de seus objetivos estratégicos.

Passo 2: Saiba onde os peixes estão nadando e pesque-os

Onde estão seus clientes e prospectos? Se eles não estão no Twitter, não faz sentido para você usar esse canal. Pesque onde os estão os peixes. Não perca seu tempo com uma lagoa vazia.

As estratégias de mídia social mais apertadas e eficazes são informadas pelos dados demográficos das redes sociais. Essas informações baseadas em dados garantirão que sua estratégia e os canais escolhidos facilitem a abordagem mais relevante e direcionada possível, o que por sua vez aumentará suas chances de conversão.

Mas como faço para descobrir onde estão meus clientes?

Pergunte! Pergunte aos seus clientes pessoalmente ou por telefone. Você poderia até mesmo enviar-lhes uma pesquisa por e-mail. Pesquise os canais aplicáveis. Pesquise sobre o que eles estão falando. O quanto eles precisam de seus produtos? Quais são seus pontos de fraqueza? Monitore as palavras-chave relevantes para sua marca.

Passo 3: Obtenha um conhecimento mínimo em redes sociais

Você não precisa se tornar um especialista em mídias sociais. Existem profissionais de mídia social que podem fazer isso para você; você só precisa aprender o suficiente sobre alguns dos principais canais de mídia social, a fim de tomar uma decisão educada (Você deve, no entanto, ter conhecimento especializado e aprofundado sobre o seu negócio).

Facebook

Depositphotos_126417234_l-2015-minCom um número estimado de 800 milhões de usuários ativos, é classificado como o serviço de rede social mais utilizado no mundo (pelo número de usuários ativos mensais). O Facebook é como um jogo viciante. Você não pode ignorar o Facebook. É enorme e popular, mas em muitos aspectos, é a plataforma mais difícil de navegar.

  • Para realmente ter sucesso, você deve ser uma marca de conversação, ou se tornar uma (não é fácil ou barato).
  • É preciso dinheiro e esforço para construir uma audiência – mas, o Facebook limita severamente o acesso ao seu público-alvo.
  • Enquanto o Facebook parece simples (e grátis!), não é. Para obter seu conteúdo em um cronograma, você provavelmente precisará gastar em qualidade, promoção ou ambos.

O Facebook é ideal para você se você estiver construindo uma presença online ou quiser alcançar uma rede o mais ampla possível. Apesar de estar “perdendo” usuários mais novos, com mais de 70% de adultos que participam ativamente, remanesce o local o mais popular dos meios sociais. Não só tem mais usuários, é também o mais freqüentemente usado, o que demonstra um alto nível de engajamento. Dado que a principal razão pelas quais as pessoas estão tão envolvidas com o Facebook é se conectar com a família e amigos, é fundamental seguir uma linguagem apropriada e eficaz para a sua mensagem de negócios.

Twitter

Depositphotos_8768849_l-2015-minEsta plataforma não é tão simples como parece. Por você estar limitado a 140 caracteres, pode ser muito difícil criar algo significativo nesse pequeno espaço.

O Twitter tem a capacidade de criar um público enorme e relevante rapidamente, mas como você não pode segmentar grupos de seguidores com mensagens, às vezes parece que você está lançando uma mensagem para um grande mundo silencioso. A plataforma é boa em fazer conexões iniciais que podem levar a um alcance confiável em outra plataforma como um blog ou podcast.

O Twitter é certo para você se você quer chegar a homens e mulheres, especialmente os mais jovens. Também é particularmente atraente para “viciados em informação”, por isso, se o seu negócio se presta ao fornecimento de notícias baseadas em tópicos ou insights oportunos, o Twitter é uma ótima escolha. Como no Facebook, o Twitter é mais eficaz quando se trata de uma plataforma bidirecional na qual você responde e se envolve com seguidores. Também é legal se sua empresa quer ter um canal de atendimento direto com os clientes.

Depositphotos_76466159_original-minInstagram

Uma das razões por que esta plataforma é tão popular é pelo fato de ser tão fácil de usar. Tire uma foto e poste. Esta é uma das razões que Instagram é usado no trabalho mais do que qualquer outra plataforma (85% dos seus usuários fazem isso!). Na verdade, é provavelmente a única plataforma que consegue criar uma conexão com relativamente pouco esforço. Mas, como o Twitter, o seu conteúdo é um tanto efêmero à medida que se afunda lentamente no fundo do feed de notícias.

O Instagram é certo para você se, como o Pinterest, você tem um aspecto visual no que faz e no que seus clientes estão interessados. Dado o apelo do Instagram a segmentos étnicos específicos e sua popularidade entre pessoas urbanas, pode ser uma escolha boa para determinados públicos-alvo.

Pinterest

Depositphotos_39915853_original-minA missão é conectar todos no mundo através do gosto compartilhado e das coisas que eles acham interessante. Primeiramente, você está criando valor repassando conteúdo (em vez de criar conteúdo) de outras fontes na web em páginas que irão inspirar e entreter. E se você fizer um excelente trabalho, você pode construir um público muito leal. Um sinal da capacidade da plataforma para criar uma audiência ativa é que os itens com “pins” geram mais tráfego na Web do que qualquer outra plataforma. Se seus produtos são visualmente atraentes, então este site de mídia social é para você.

O Pinterest é ideal para você se você estiver em uma indústria altamente visual com clientes que naturalmente procurarão se expressar através de imagens. No entanto, ele também pode trabalhar em áreas que você pode não considerar visual à primeira vista. Pense no seu público e seus interesses. Eles são susceptíveis de coletar imagens que irão informar suas decisões de compra de produtos ou serviços? Eles estão profundamente interessados ​​em um assunto que pode ser representado visualmente? Dada a popularidade particular do Pinterest entre as mulheres, também é o lugar a estar se esse é o seu público-alvo. Inspire e informe-os, e você pode criar um engajamento real.

Depositphotos_79462804_original-minLinkedIn

É o principal site de redes sociais B2B. Tradicionalmente visto como o local para colocar seu currículo e procurar um emprego, o LinkedIn cresceu. Claro, é um ótimo lugar para procurar um emprego, mas não havia muita socialização acontecendo lá. Tudo isso mudou com sua nova ênfase na publicação. Agora, qualquer membro pode usar o LinkedIn como um fórum de blogs e aproveitar a exposição potencial da vasta audiência da plataforma.

Para aqueles que não foram conseguiram construir uma comunidade de blog, esta é uma oportunidade incrível, e dezenas de pessoas estão finalmente encontrando uma audiência para sua empresa. A principal limitação é que este é um site de negócios. Você provavelmente não vai publicar sobre seu esporte favorito ou restaurante a menos que haja uma lição de negócios por trás dele. E, claro, finalmente, o LinkedIn ainda é dono do público.

O LinkedIn é ideal para você se você está no B2B ou em outro setor ou papel em que você pode fornecer insights úteis para as pessoas procurando fazer conexões de negócios ou à procura de seu próximo trabalho. Enquanto o LinkedIn está tentando ampliar o escopo de suas informações, a maioria dos usuários está no modo de trabalho no LinkedIn, por isso é ideal para fazer network e compartilhar informações específicas do setor. Dada a alta renda e níveis de educação do usuário médio do LinkedIn, ele oferece uma audiência distinta valor segmentação com a mensagem certa.

Google+

Depositphotos_49576131_original-minO Google+ é a mais misteriosa de todas as plataformas. O Google+ não é uma plataforma pública convencional. A maioria das pessoas simplesmente não se preocupam com os benefícios de SEO. Pouco mencionado, você não vê as empresas pedindo para seguirem elas no Google+, e ele simplesmente não está no radar dos Millennials. Assim, o seu acesso aos consumidores é extremamente limitado.

No entanto, o G+ ainda é poderoso na sua capacidade de criar comunidades de fãs que se reúnem em torno de uma causa, um assunto ou uma pessoa. Existem comunidades fanáticas dedicadas à fotografia, carros e tecnologia, por exemplo. Você pode certamente construir um público-alvo de ação no G+, mas as tendências da plataforma limitam seu escopo.

Depositphotos_77777372_original-minYoutube

O YouTube é uma ferramenta muito poderosa, visualmente dirigida e potencialmente muito emocionante. Tornou-se sinônimo de vídeos caseiros ou feitos pela empresa. É visto em todo o mundo, e as pessoas publicam vídeos com esperanças de virar viral.

A chave para usar o YouTube de forma eficaz é apresentar o seu produto ou serviço de uma forma inesquecível. Com milhões de pessoas usando o YouTube, o nível está cada vez mais elevado. Ninguém vai assistir a um vídeo chato.

É uma boa ideia assistir a vários vídeos do YouTube e ver quais geraram centenas de milhares (ou mesmo milhões) de visualizações. Vídeos que mostram às pessoas como fazer algo, demonstram seu produto ou serviço ou introduzem um produto novo ou incomum (visual) podem ajudar você a se beneficiar do YouTube.

Fazendo Sua Seleção

Em última análise, quando for escolher quais plataformas de mídia social você utilizará, selecione aquelas que oferecem o melhor potencial para alcançar seu público ideal e transmitir o tipo de mídia que você decidiu ser mais adequado para sua empresa. A maioria das pessoas e empresas não pode ser incrível em todas as plataformas, porque isso requer uma enorme quantidade de recursos.

Não se sinta pressionado a começar com muitos de uma vez, também. Uma única página bem organizada de mídia social é melhor do que várias que foram organizadas ao acaso.

Se você ficou com dúvidas, não hesite em entrar em contato com a gente. Nós podemos te ajudar a analisar quais são as melhores plataformas de mídias sociais para a sua empresa. Entre em contato com a Agência Lowe: http://agencialowe.com.br/fale-conosco/

Divulgue esse conteúdo. É rápido e fácil!
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Sem comentários

POST A COMMENT